Repuestos para VW
   
 

Fusca envenenado

Fusca envenenado

O fusca:

1. É feio... questão de gosto. Muitos gostam de seu toque nostálgico. Eu, por exemplo, lembro de minha infância e de meu pai nos vários Fuscas que teve. Lembro-me até do cheirinho de Fusca novo... como recuperá-lo? Ou melhor, recuperá-los? 

2. É brega... não se for original e originalidade aceita acessórios da época de fabricação do carro. Mas cuidado, pois bola da alavanca do câmbio de acrílico com o signo dentro já era brega. Mas quem não foi brega? Basta ver suas fotos antigas; 
3. Não faz curva, pouca estabilidade. Na verdade não, mas dá para melhorar com rodas (da época) mais largas, de ferro mesmo, mantendo a calota, pneus radiais, amortecedores mais duros, tudo isso ajuda e chega a ficar bom; 
4. Não freia... solução: colocar freio a disco na frente, do Fusca mesmo, revisar o traseiro assim como todo o sistema. Acaba ficando aceitável; 
5. Segurança passiva (no caso de choques)... Essa não dá para melhorar, afora bons cintos de segurança de três pontos. Não é um carro para molecagens, pois ele vai andar forte mesmo. 
É, meu amigo, mas você quer o quê? O projeto do Fusca já tem 60, 70 anos e é aí que está a graça, e é por isso que você está lendo este artigo e espero que leia os próximos, onde serei mais técnico citando custos das preparações e performance esperada

 

Agora vamos às vantagens: 

1. Fusca não sai de moda, ao contrário, um Fusca original e bem conservado é cada vez mais valorizado e admirado. Nos Estados Unidos e Europa existem legiões de fãs, e dizem que o que é bom para eles tem que ser bom para nós, não é? 
2. É barato. Um Fusca 67, 68, 69 em bom estado pode ser comprado por R$ 1500,00 / R$ 2500,00 e com um pouco de investimento ele fica inteirinho. Acham-se peças em qualquer "boteco de esquina" e quase todo funileiro fez escola no coitado do Fusca; 
3. Mecânica simples, minimalista. Com o tempo você acaba entendendo como ele funciona, mesmo sendo um leigo. Carros modernos, com toda eletrônica embarcada são tão complicados que, se não houver forte interesse, acabamos por desistir; 
4. Sua preparação é simples e a mais barata, com respostas em desempenho das mais vantajosas por real investido; 
5. Tendo tração traseira, e motor em cima da tração, o Fusca quase não patina nas arrancadas (ao arrancar o peso do carro se desloca quase todo para a traseira), isso faz o carro dar um pulo na frente dos outros, o que já é um começo de moral; 
6. É "low-profile", os assaltantes não te dão bola até mesmo os flanelinhas e vendedores de balas te deixam em paz nos faróis; 
7. É um carro leve, por volta de 800 kg, portanto cada cv (cavalo de potência) vai carregar pouco peso. É a tal relação peso/potência; 
8. Proporciona boas risadas quando você der uma "ralada" em algum carrão que se meta a besta com você. Nesse caso, dou uma dica: caso lhe perguntem, não confesse que é ‘mexido', diga que é 1300cc original. Que é da sua mãe, que herdou do avô, sei lá, invente qualquer coisa, e fique olhando para a cara dele, sério, normal, depois você ri...; 

No próximo artigo, escreverei sobre preparações e custos, mas desde já adianto: você pode ter um motor 1600cc com duas duplas carburações Weber que ele já ficará bem esperto e terá uns 80 cv. Mas, se você estiver disposto a gastar, pode aumentar a cilindrada, turbinar etc e passar dos 250 cv, deixando até Porsche na arrancada. 


Documento Original em : 
www.clubedopuma.com.br/veneno.doc

email: [email protected]

     
 
 
     
 

 

   
   
   
   
 
© FuscaNet Volkswagen Club - Club del Fusca - Club VW Escarabajo -Uruguay
 
 
Tel/Fax +598.2901-5408 | Yi 1558 esq. Paysandu // Montevideo - Uruguay